Encíclica Patriarcal para Grande Quaresma 2021

 




Estendemos nossa bênção apostólica, orações benevolentes e saudações a nossos irmãos, Sua Beatitude Mor Baselius Thomas I, Catholikós da Índia, e Suas Eminências os Metropolitas; nossos filhos espirituais: Reverendíssimos Corepíscopos, reverendos padres, monges, freiras e diáconos, e todo o abençoado povo siríaco ortodoxo em todo o mundo. Que a providência divina os envolva pela intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus, e de São Pedro, Chefe dos Apóstolos, e de todos os mártires e santos. Amém.


Amados em Cristo,


Damos as boas-vindas à Santa Quaresma deste ano, enquanto celebramos o Jubileu dos 1500 anos do adormecimento de Mor Jacob de Serugh (São Tiago de Serug). Nesta ocasião, convidamos a todos a meditar conosco sobre um belo poema escrito por Mor Jacob na Quaresma. Isso nos dá uma grande oportunidade de mergulhar na espiritualidade da Quaresma para que possamos experimentar um jejum edificante, esperando a alegria da festa da gloriosa Ressurreição que nos proclama a vitória da vida sobre a morte.

“No início da Quaresma, vamos oferecer oração suplicante, para que por meio dela possamos ser salvos do mal.

No início da Quaresma, desprezemos o sono e sejamos sempre diligentes em nosso serviço.

No início da Quaresma, distribuamos misericordiosamente esmolas para que o Senhor se agrade com ternura do nosso jejum.

No início da Quaresma, odiemos totalmente o pecado e amemos de todo o coração o caminho da verdade.

No início da Quaresma, que é o tesouro de todas as coisas boas, colhemos com sucesso os frutos do arrependimento.

No início da Quaresma, juntos a alma e o corpo estão preparados para entrar no perigoso campo de batalha.

No início da Quaresma, que é a fonte de todas as coisas boas, corramos todos para receber a coroa no seu término.

No início da Quaresma, joguemos fora todo o mal e jejuemos com pureza e sabedoria.

No início da Quaresma, tecamos da esmola uma coroa, para que, no seu termo, possamos participar nas bodas do noivo.

No início da Quaresma, convidemo-nos ao arrependimento para que no seu final possamos nos alegrar com o noivo na câmara de luz.

No início da Quaresma, vamos tirar todas as coisas maldosas e colocar as vestes de ascetismo.

No início da Quaresma, purifiquemo-nos dos maus pensamentos para que no seu final exultemos com a festiva festa de casamento.

No início da Quaresma, não sejamos fracos como os fracos, mas sejamos fortes contra os desejos perversos.

De geração em geração, os justos jejuaram santamente e assim se aproximaram de Deus e foram vitoriosos.

Esta é a Quaresma que elevou o escolhido Moisés para contemplar a presença de Deus no Monte Sinai.

Esta é a Quaresma que elevou Elias ao mais alto e ele se tornou digno de habitar com os anjos.

Esta é a Quaresma que salvou Daniel das feras às quais foi lançado.

Esta é a Quaresma que extinguiu a fornalha e salvou do fogo os filhos de Hananias.

Vamos nos preparar, ó público fiel, porque a Quaresma chegou e nos absteremos de todo o mal.

Vamos nos purificar da maldade para que com santidade possamos alcançar Sua grande Páscoa.

Vamos receber a Quaresma que se aproxima com zelo e por ela lutaremos contra o poder do Inimigo (Satanás).

Venha em paz, ó Quaresma com a qual o Senhor da criação derrotou o maligno que enganosamente o lutou.

Venha em paz, ó mestre das forças e dos milagres, pois através de você triunfará aquele que abomina os desejos.

Venha em paz, ó tesouro cheio de todas as coisas boas, porque quem abraça a pobreza será enriquecido por você.

Venha em paz, ó embarcação que carrega todos os tesouros, que veio e descarregou suas abundantes riquezas nas igrejas

Venha em paz, ó lâmpada cheia de luz, pois quem te encara está salvo das trevas.

Venha em paz, ó banquete repleto de delícias, pois os famintos ficarão fartamente satisfeitos com você.

Venha em paz, ó mestre que ensina coisas excelentes, que afastam todos os atos desagradáveis ​​de quem os aceita.

Venha em paz, ó sacerdote, agradando a Deus e perdoando todas as dívidas e ofensas.

Venha em paz, ó apóstolo que proclama a verdade, e pregador cuja voz ressoa nas igrejas.

Quão agradável é a Quaresma para a juventude e a infância, ela restringe o primeiro e nutre com segurança o outro.

Quão agradável é a Quaresma para os idosos que se aproximam do fim, pois a pura quaresma fortalece nossa fraqueza.

Quão agradável é a Quaresma para os justos, os sacerdotes e os ascetas; como pilares, eles sustentam a terra com suas orações.

Quão agradável é a Quaresma para os reis, os mansos e os pobres; exalta os reis e promove os mansos.

Quão agradável é a Quaresma para todos os filhos da santa igreja, pois o reino dos céus está preparado para que eles o desfrutem.

Ó observadores da quaresma, considerai de que maneira aceitarás a quaresma que exalta aquele que jejua com santidade.

Que todo o corpo seja santificado com o puro quaresma, para que se torne um templo puro para o Senhor, no qual Ele habitará.

Por meio da quaresma pura, todos os sentidos espirituais e físicos serão purificados da contaminação.

Por meio da quaresma pura, todos os pensamentos sujos, desejos e conversas desagradáveis ​​serão removidos de nossas almas.

Deixe o olho jejuar, não olhando com luxúria; em vez disso, deixe-o olhar para cima, para o céu.

Deixe o ouvido jejuar de ouvir vozes vãs; antes, que ouça o som dos mandamentos divinos.

Deixe o sentido do olfato fugir dos cheiros da preguiça; em vez disso, deixe-o cheirar a doce fragrância da divindade.

Que a boca jejue com o excesso de comida e dê louvor em santidade com os seres espirituais.

Que as mãos dêem esmola na emprestada, para que seja agradável emprestada a Deus.

Que os pés não tropecem; antes, deixe-os passar pelo grande portão da casa de Deus.

Que toda a alma, corpo, espírito e mente jejuem o alimento que está totalmente limpo de todo o mal.

Você, que jejua cuidadosamente, preserva sua língua de pensamentos e atos feios.

Você jejuou do pão, deixe a sua língua jejuar do mal, para que o seu jejum não seja desprezado e inaceitável.

Purifique o seu coração, mente e pensamentos de todo o mal que irá condená-lo perante a justiça.

Durante a Quaresma, torne-se um trabalhador bom e diligente, para que seja recompensado no último dia.

Distribua a sua esmola pelos pobres quando jejuar, para que o Bom o faça reclinar-se à sua mesa cheia de delícias.

Por meio da Quaresma, obtenha mansidão e tranquilidade, para que seja elevado ao alto escalão dos perfeitos.

Vista o nu que vem a você, para que o Bom te vista com o manto de glória no reino.

Convide a viúva e encha sua bolsa com a sua comida, para que o Bom Deus a recompense como prometeu.

Apoie os pobres e vista os órfãos e nus, e receba com Lázaro o reino dos céus como recompensa.

Não mate o corpo com jejum e a alma com pecados; em vez disso, deixe o corpo, a alma e a língua jejuarem juntos.

Faze-nos dignos, nosso Senhor, de nos apegarmos sabiamente à quaresma, com a qual envergonhas o inimigo que envergonha Adão.

Faze-nos dignos, nosso Senhor, de nos apegarmos diligentemente à quaresma, com a qual condenaste o maligno que condenou nosso Pai Adão.

Faze-nos dignos, nosso Senhor, de jejuar ternamente a quaresma, com a qual destruíste o maligno que destruiu nosso Pai Adão.

Faze-nos dignos, Senhor nosso, de carregar com amor o teu jugo e estar armados com ele contra o Maligno que nos combate.

Faça-nos dignos, nosso Senhor, de segui-lo diretamente e, com a sua ajuda, derrotar o poder do inimigo.

Por meio da nossa quaresma, faze-nos dignos, nosso Senhor, de superar as paixões, o amor ao dinheiro, a ganância e a gula

Pela nossa quaresma, torna-nos dignos, nosso Senhor, de rejeitar de nós os desejos e delícias corporais.

Por meio da nossa quaresma, torna-nos dignos, nosso Senhor, de nos livrar da glória vã, da presunção e do orgulho.

Pela nossa quaresma, torna-nos dignos, nosso Senhor, de afastar de nós todos os fardos físicos e terrestres.

Faze-nos todos dignos, nosso Senhor, de jejuar em santidade uma graça pura com a qual a tua divindade se agrada.

Concede-nos, nosso Senhor, triunfar sobre os desejos pelo jejum e fazer nossa boca jejuar tanto do mal como do pão.

Para aqueles que buscam refúgio em Você por meio do jejum puro, apressem-se em enriquecê-los com todas as bênçãos.

Exalte Tua igreja e proteja seus filhos do mal, deixe Tua paz proteger o mundo dos oponentes.

Pelas Tuas misericórdias, que o maligno que nos combate seja derrotado, bendito sejas tu de todos porque tu és o doador de todas as coisas boas. ”

(Mimro 133 - Na Quaresma)

Amados,

Que o Senhor abençoe seu jejum e aceite suas orações, esmolas e arrependimento. Que Ele nos torne dignos de celebrar com alegria a Festa da Ressurreição. Que Deus proteja a todos de todas as enfermidades, conceda plena e rápida recuperação àqueles que estão infectados por este vírus e derrame suas abundantes misericórdias sobre as almas dos fiéis falecidos, por intercessão da Virgem Maria, Mãe de Deus, de São Pedro, o Chefe dos Apóstolos, e todos os mártires e santos. ܘܐܒܘܢ ܕܒܫܡܝܐ ܘܫܪܟܐ


Publicado em nosso Patriarcado em Damasco, Síria
No dia 12 de março de 2021,
Sétimo ano do nosso patriarcado