Explicação da Divina Liturgia da Igreja Copta Ortodoxa de Alexandria

(Tradução, edição e adaptação por Lucas Peres de Camargo)

- A primeira coisa a se fazer é se ajoelhar perante o altar em Nome da Trindade, tudo na Igreja é Trinitário. Falamos para o Pai, através do Filho e pelo Espírito Santo. Depois do Serviço Preparatório, entramos com espirito de referência, pedindo perdão a Deus e nos permitir entrar nesse lugar glorioso.

-Como no Antigo Testamento adentramos o Tabernáculo que sempre estava com glória e entramos com reverencia. Agora mantemos a glória muito mais intensa.

- Antes de começar a Liturgia a cortina está fechada. A cortina simboliza o sangue de Cristo, o Altar é o Céu, para entrar no Céu é necessário passar através do Sangue de Cristo. Removemos o Véu, pois ele foi removido e agora podemos entrar no Lugar Santo.

-Ao abrir a cortina o Sacerdote profere ‘’tenha misericórdia ó Pai PantoCriador / PantoKrator’

-Liturgia é uma jornada de arrependimento, nos transformando de pecadores culpados para Santos e Membros do Corpo de Cristo, somos feitos sagrados participando da Eucaristia, é uma jornada de ser transformado, uma experiência de Transfiguração.

-Somos transformados naquilo que temos dentro de nós: o potencial de sermos sagrados.

-Diáconos vestem branco e Padre vestes honradas, o Padre usa um manto representando o Efod dos Sacerdotes (carregando as 12 pedras, representando o povo de Israel) perante Deus.

-O Sacerdote abençoa as vestes suas e dos Diáconos eles recebem a permissão e Absolvição do Sacerdote antes de colocar as vestes que são brancas, como dos Anjos servindo durante a Liturgia.

-Acreditamos que estamos entrando no Céu

Em cima da Igreja, geralmente há um Domo (simboliza o Céu) sob quatro cantos da Igreja (os quatro cantos do mundo. A Igreja é onde Terra e Céu se encontram em união, acreditamos que estamos realmente no Céu.

- O Sacerdote lava as mãos pedindo permissão para oferecer o Cordeiro (dizendo, lava-me e ficarei mais branco que a neve) pedindo permissão para realizar o serviço, na Igreja primitiva todos se lavavam antes de entrar na Igreja.

-A disposição do Altar é a mesma que os judeus usam na Pascoa, onde eles vão comer a Pascoa.

- No centro do Altar está a Arca, simbolizando a Arca da Aliança, e encima dela fica o Cálice com o Vinho. O Altar ou Mesa Santa, simbolizando a Presença de Deus, que foram consagrados do mesmo jeito que Moisés consagrou o Tabernáculo que se tornou Santo, só os Sacerdotes podem tocar os panos sobre o Altar. Quando Jacó viu a escada, ele consagrou uma pedra e disse: ‘’Esta é a Casa de Deus’’ e a consagrou com Óleo. Quando uma nova Igreja é consagrada, o Bispo consagra todas as partes da Igreja, pois tudo pertence a Deus e é Santo. Com o mesmo Óleo que nos somos consagrados na Crisma (Miron), tanto nós como a Igreja somos parte do Corpo de Cristo e selados por Cristo.

CÂNTICO DA ENTRADA DE BISPO

Se o Bispo está presente
╬ aki (veio) - Durante a Semana
ak tonk (ressuscitou) - Domingos e Sábados

A: (Todos)
Tu és verdadeiramente Abençoado, com Teu Pai Bom e Espírito Santo, porque Tu ╬ (veio) (ressuscitou) e nos salvou. Através das orações de nosso Pai Honrado, o Sumo Sacerdote Papa Tawadros, e nosso Pai o Bispo Ava Aghason, ó Senhor, garante nos o perdão de nossos pecados.

INTRODUÇÃO DO CREDO (AVE MARIA ORTODOXA)

A:Nós te exaltamos ó mãe da verdadeira luz e te glorificamos ó Virgem Santa, porque para nós concebeste o Salvador do mundo. Ele veio e salvou as nossas almas. Glória a Ti, nosso Senhor e nosso Rei, Cristo, alegria dos apóstolos, coroa dos mártires, felicidade dos justos, consolidação das igrejas e remissão dos pecados. Nós te proclamamos Santa Trindade, Divindade única. Nós te adoramos e glorificamos. Senhor tende piedade, Senhor tende piedade, Senhor abençoe-nos, Amém.

PROFISSÃO DE FÉ (CREDO NICENO-CONSTANTINOPOLITANO)

A: Na verdade, cremos em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra, De todas as coisas visíveis e invisíveis. Cremos em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigênito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos Céus. E se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos Céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em sua glória para julgar os vivos e os mortos; e o seu Reino não terá fim. Cremos no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Cremos na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professamos um só batismo para a remissão dos pecados. E esperamos a ressureição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

OFERTÓRIO

- É apresentado o Qurban, o Pão da Oferta, que é feito em Belém. O preparo do pão simboliza o sofrimento de Cristo. O Pão é feito de flor, trigo simbolizando a dor de Cristo, água simbolizando a pureza. O Pão é circular, representando infinito e eternidade. No Pão está escrito: Santo Deus, Santo Poderoso, Santo Imortal. No centro do Pão está a Cabeça de Cristo, é a parte mais importante. Tem 12 cruzes em volta do centro do Pão (12 Apóstolos). Tem também 5 rosas simbolizando o sofrimento de Cristo: os pregos, a coroa, a perfuração da lança

- O Diácono oferece o Pão (ervas do campo), o Vinho (frutas da Terra) e a Agua (rios, mares), toda Criação é oferecida.

- E oferecemos a nós mesmos como sacrifícios vivos

-Os 41 KIRYE ELEISON representam 39 chicotadas, mais a perfuração da lança e a coroa, somando 41, pedindo a Deus para que ele aceite nosso perdão

-É uma troca com Cristo, Ele se entrega por nós e nós por Ele, temos que oferecer nossa vida por Ele, nosso coração, nossa mente, nosso tempo, nosso dinheiro, nossos relacionamentos a Cristo, em troca.
-Oferecemos toda Criação de volta a Ele

-O Padre abençoa as ofertas em Nome da Trindade, nos lembramos de nosso batismo, abençoados no Nome da Trindade, fomos Ordenados por Ele, fomos selados, aceitando uma Nova Vida a ser Unida com Cristo e consumindo essa União quando tomamos a Eucaristia.

MOMENTO DE ESCOLHER O CORDEIRO (OS PÃES)

O Cordeiro de Deus, aquele que tirou o pecado do mundo, ó Senhor, nós te suplicamos, escuta-nos e tem piedade de nós, e perdoe os nossos pecados, Amém. A: Kyrie eleison (Senhor, tem piedade!) (41 vezes)

- O Padre escolhe o melhor e mais perfeito Pão (Cordeiro) da cesta de pães. O Pão é Ungido com Vinho professando o sacrifício de Abraão, Isaque e Jacó na parte de cima. E Ungido com o Sacrifício de Melquisedeke na parte de baixo.

-O Sacrifício de Melquisedeque é o Pão e Vinho e o maior dos Sacrifícios. Melquisedeque é uma pré-configuração de Cristo.

- Este é o Sacrificio definitivo

-O Pão é batizado com agua, lembrando o batismo de Cristo, lembrando a Manifestação da Trindade. O Céu está aberto e a Trindade se manifesta.

-Todas orações pessoais devem ser lembradas nessa hora

A: Santo, Santo, Santo, Senhor dos exércitos. O céu e a terra estão cheios de tua glória e da tua honra. Ó Deus Pai todo poderoso, tende piedade de nós. Ó Santa Trindade, tende piedade de nós. Ó Senhor Deus das potências esteja conosco, porque nós só temos o Senhor como segurança e apoio nas nossas dificuldades e nas nossas angústias. Deus livre, perdoe e esqueca os pecados que cometemos voluntariamente ou involuntariamente, conscientemente ou inconscientemente, secretamente ou em público. Ó Senhor perdoa-nos em teu Santo Nome que foi invocado por nós, segundo a tua misericórdia, Senhor, e não segundo os nossos pecados.

PAI NOSSO

A: Pai nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu, o pão nosso de casa dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, 48 e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, por Jesus Cristo nosso Senhor. (Porque Vosso é o Reino, o Poder e a Glória para sempre) Amém!

- O Pão é envolto em um pano, simbolizando o bebê Iyesus envolto e é colocado na patena (na Manjedoura). A estrela representando a Estrela de Belém é colocada em cima da patena

- O Padre apresenta o Pão envolto no lenço com a sua Cruz de mão em 45 graus, simbolizando Simão levantando Cristo no Templo e a Cristo carregando a Cruz. O Padre apresentará a Presença da Santíssima Trindade, e todos devem cair de joelhos. Proclamando a Unidade da Igreja.

PROCISSÃO DO CORDEIRO

C: Glória e Honra, Honra e Glória para Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, Paz e Edificação para a Igreja de Deus, Única, Santa, Católica e Apostólica, Amém, lembra-te, ó Senhor, aqueles que vos ofereceram estas ofertas, aqueles que em favor deles, foram levados, e aqueles por quem eles foram oferecidos. Dá-lhes a recompensa no céu

D: Oremos por estas Santas e Preciosas Ofertas, nossos Sacrifícios e aqueles que os ofereceram, Senhor tem piedade.

A: Domingos e sábados
Aleluia, este é o dia que o Senhor fez, regozijemo-nos e alegremo-nos nele. Ó Senhor salva-nos, ó Senhor endireitai os nossos caminhos. Bendito é aquele que vem em nome do Senhor, Alelluia. (Salmo 127)

Durante a semana
O pensamento do homem é de se confessar à ti, ó Senhor, e o resto do pensamento mantemos em festa para ti, os Sacrifícios e as ofertas, recebei-as, Alelluia.

C: Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, um só Deus. Bendito é Deus pai, Onipotente.

D: Amém!

C: Bendito é o seu Filho Único, nosso Senhor Jesus Cristo.

D: Amém!

C: Bendito é o Espírito Santo, o Paráclito.

D: Amém!

Um é Pai Santo, um é Filho Santo, um é Espírito Santo, Amém. Bendito é o Senhor Deus para sempre, Amém. Louvemos ao Senhor, todas as nações, louvai-o, todos os povos, por misericórdia dele é confirmado por nós, e a verdade do Senhor perdura para sempre, Amém, Alelluia.

A: Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, agora e sempre pelos séculos dos séculos, Amém, Alelluia.

C: Eshlil! (Oremos!)

D: Epi prosevshi stasite! (Levantem-se para a oração!)

C:Irini Pasi! (A paz esteja convosco!)

A: Ke to pnevmati sou! (E com teu espírito também!)

- Enquanto faz a Oração de Ação de Graças, o Sacerdote derrama o vinho e agua no Cálice, representando o Sangue e Agua que saíram de Cristo na Cruz

ORAÇÃO DA AÇÃO DE GRAÇAS

C: Damos graças ao Bom e Misericordioso Deus, o Pai de Nosso Senhor Deus e Salvador, Jesus Cristo, que nos protegeu, nos ajudou, nos guardou e nos aceitou para si, nos salvou nos apoiou e manteve nossa vida até agora. Peçamos a Deus nosso Senhor Onipotente para que nos mantenha na sua paz neste dia sagrado e em todos os dias da nossa vida.

D: Proseveksaste! (Oremos!)

A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

C: O Mestre, Senhor Deus Onipotente, Pai de nosso Senhor, Deus e Salvador Jesus Cristo, nós agradecemos pela nossa condição, circunstâncias, situações e tempos, por que o Senhor nos abrigou nos ajudou nos protegeu e nos aceitou para si; nos salvou, nos apoiou e manteve nossa vida até agora.

D: Rezemos para Deus ter misericórdia e compaixão de nós, ouvir-nos, ajudar-nos e aceitar as nossas súplicas e as súplicas de seus bons santos em nosso nome, e faça-nos merecedores de participar da Comunhão de teus Sagrados e Misteriosos Sacramentos para a remissão dos nossos pecados. Se o Bispo está presente Rezemos para Deus ter misericórdia e compaixão de nós, ouvir-nos, ajudar-nos e aceitar as nossas súplicas e as súplicas de seus bons santos em nosso nome para a remissão dos nossos pecados. (E guarda a vida de nosso Pai Honrado, o Sumo Sacerdote, Papa Ava Tawadros II, e companheiro dele, nosso Pai, o Bispo Ava Aghason.) e faça-nos merecedores de participar da Comunhão de teus Sagrados e Misteriosos Sacramentos para a remissão dos nossos pecados.

A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

C: Portanto, nós pedimos e suplicamos a tua bondade, o Bondoso, dê-nos a vossa graça para completar este dia sagrado e todos os dias de nossa vida na Vossa paz e no temor a vos, toda inveja, toda tentação, todo trabalho de satanás e o conselho dos homens maus e o crescimento dos inimigos ocultos e manifestos. Afaste-os de nós e de todo o vosso povo, desta mesa sagrada e deste lugar sagrado que é Vosso, mas concede-nos as coisas boas e agradáveis. Por que o Senhor nos deu autoridade para esmagar serpentes e escorpiões e todo o poder do inimigo.

-Nós nos tornamos agradecidos por tudo o que Ele fez por nós. Eucaristia vem da palavra grega, que significa Ação de Graças. Todas ações da vida de Cristo apontam para Eucaristia

-Após essa Oração todo Altar será coberto com o pano chamado ‘’Prospherine’’, simbolizando a Tumba de Cristo. O Pano triangular menor simboliza o Selo Romano que será colocado no topo da agora ‘’Tumba’’

-Os Diáconos cantam em tom de murmúrio, simbolizando o lamento de Nossa Senhora na Cruz de Cristo, nós acreditamos que estamos presenciando os mesmos acontecimentos e estamos no Gólgota

-O Pão e o Cálice são cobertos com panos individuais e depois o ’Prospherine é colocado em cima de todo altar

- O Sacerdote sela a ‘’Tumba’’ e a beija

Se o Bispo está presente

A: Ó todos vós, homens sábios de Israel, que fizeram o fio de ouro, fazer um túnica para Aarão condizente com a Honra de Sacerdócio.

-O Sacerdote ora a ‘’Absolvição dos Servos’’ pela boca da Santíssima Trindade, dos Santos e dele mesmo

-Nesse momento a Congregação deve confessar seus pecados e purificando seus corações.

- Todos se ajoelham perante essa oração

Absolvição dos Servos

C: Os teus servidores, os ministros neste dia, os Egumenos, os Presbíteros, os Diáconos, todos os fiéis e minha fraquiza, que todos Nós sejamos absolvidos pela boca da Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, pela boca da Igreja de Deus Única, Santa, Católica e Apostólica, pela boca dos doze Apóstolos e pela boca do Vidente de Deus o Apóstolo São Marcos Evangelista e Mártir, pela boca do Patriarca São Severo, do nosso mestre Dióscoro, pela boca do Santo Atanásio o Apostólico, de São Pedro o Arcebispo e último Mártir, São João Crisóstomo, de São Cirílio, de São Basílio e São Gregório, da boca dos 318 que se reuniram Em Nicéia, dos 150 que se reuniram em Constantinopla, dos 200 Em Éfeso, da boca do nosso Pai Honrado Papa Ava Tawadros II e pelo companheiro dele nosso Bispo Ava Aghason, pela boca de mim indigno pecador, porque o teu nome é Bendito e cheio de Glória, ó Tu que és Pai, Filho e Espírito Santo, agora, sempre e por séculos dos séculos, Amém.

Se o Bispo está presente
De nosso Pai honrado, o Sumo Sacerdote Papa Ava Tawadros, e nosso Pai o Bispo Ava Aghason, os amados por Cristo.

A: Sotis Amem ke tu Epnevma ti su.
(Salvaste-nos realmente, e com o teu Espírito. Amém.)

- O Sacerdote coloca Incenso no Turibulo carregando nossas orações a dos Santos perante o Trono de Deus simbolizado pelo Altar

-O Sacerdote dará 5 giros com o Turíbulo de Incenso ao redor do Altar, ao Pai, ao Filho, ao Espirito Santo, e em Glória e Honra, e Honra e Glória

- O Incenso contem 3 correntes, simbolizando a Trindade. O Incenso em si representa o Ventre da Virgem Maria que não é consumido pelo fogo. O Fogo representa a Divindade de Cristo e o Carvão sua humanidade, eles estão unidos sem confusão ou mistura. O Incenso também representa as Orações dos Santos (Apocalipse 5:8). Cristo é o próprio Aroma Agradável sacrificado e oferecido ao Pai.

- O Sacerdote andará por toda Igreja no meio dos Fiéis representando a jornada de São Paulo. E passará pelos Fiéis de novo representando a pregação dos outros Apóstolos. Ele carregará as confissões dos Fiéis para leva-las ao Altar

-Somos agora uma só Igreja Militante na Terra e Triunfante no Céu e estamos adentrando o Céu, acreditamos que os Santos estão vivos e intercedendo por nós.

CÂNTICO DO TURÍBULO

Domingos e Sábados
O turíbulo de ouro puro, tendo o aroma, está nas mãos de Arão o Sacerdote, oferecendo incenso no Altar.

Durante a semana
O turíbulo de ouro é a Virgem, seu aroma é nosso Salvador, ela deu a luz a ele. Ele nós salvou, e perdoou, os nossos pecados.

CÂNTICO DAS INTERCESSÕES

Através das intercessões, da Mãe de Deus, Santa Maria, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.
Através das intercessões, dos sete Arcanjos e das Ordens Celestiais, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, de nossos Senhores e Pais, os Apóstolos, e os Discípulos, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, o Vidente de Deus, o Evangelista Marcos o Apóstolo, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, do Abençoado Arquediácono Estevão o Primeiro Mártir, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, do Mártir e batalhador, meu Senhor Rei São Jorge, Filopatir Mercorius e Santo Mina de Bayad, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados

Através das orações, de nossos Senhores e pais, os amantes de seus filhos, Ava Antão e Ava Paulo, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, dos Santos deste dia, cada um por seu nome, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, e mantenha a vida do nosso Pai Honrado, o Sumo Sacerdote, Papa Ava Tawadros, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Através das orações, e mantenha a vida do nosso Pai Honrado, Bispo Ava Aghason, O Senhor nos de a remissão de nossos pecados.

Nos vós Adoramos, O Cristo, com seu Pai Bom, e o Espírito Santo, para Tu aquele que ╬ (vieste) (Ressuscitaste) e nos salvaste.

- As Leituras variam de acordo com as temporadas do ano que são divididas em 3. Uma ao Pai, outra ao Filho e outra ao Espirito Santo.

-As Leituras variam de acordo com o Santo do dia. Exemplo: se é de um Mártir, falará sobre pessoas que se entregaram por Cristo. Se o Santo é um Patriarca falara sobre o Bom Pastor.
Ao com as datas festivas.

- Cristo, o noivo da Igreja está aqui se apresentando a nós, esperando que nos unamos a Ele

EPÍSTOLAS, ATOS DOS APÓSTOLOS E SYNAXARION

- Leitura das Epístolas de São Paulos

-Leitura das Epístolas Católicas

Te saudamos, Maria, a pomba, que geraste para nós, o Verbo de Deus.

Tu és verdadeiramente abençoado, com teu Pai Bom e Espírito Santo, porque tu ╬ (vieste) (Ressuscitaste) e nós salvaste.

-Leitura de Atos dos Apóstolos

-Leitura do Sinaxaryum, que é a vida dos Santos que derramaram seus sangues por amor a Cristo, nos lembrando do poder do trabalho de Deus

-O Sacerdote oferece Incenso perante o Altar simbolizando, os Sacerdotes que oferecem Incenso perante o Trono de Deus no Livro de Apocalipse

TRISAGION

Santo Deus, Santo Poderoso, Santo Imortal, que nasceu da Virgem, tem piedade de nós.
Santo Deus, Santo Poderoso, Santo Imortal, que foi crucificado por nós, tem piedade de nós.
Santo Deus, Santo Poderoso, Santo Imortal, que ressuscitou dentre os mortos, e subiu aos céus, tem piedade de nós.

Glória ao Pai, Filho, Espírito Santo, agora e sempre, pelos séculos dos séculos, Amém. Santíssima Trindade tem piedade de nós.

- O Sacerdote fará a Oração do Evangelho, essa é chamada a Liturgia dos Catecúmenos ou Liturgia da Palavra, dizendo que precisamos ouvir e agir de acordo com que ouvimos, da qual tomamos Comunhão da Palavra de Deus e depois tomaremos Comunhão da Carne e Sangue do Senhor. Devemos estar com o coração aberto para ouvir a Palavra de Deus

-Na Igreja Primitiva, os Catecúmenos (não batizados) deveriam deixar a Igreja após essa parte e somente os Fiéis batizados ficariam para Comunhão.

-O Sacerdote e todo Clero beijam a Bíblia durante a Oração

- 2 Diáconos seguram velas durante a Leitura simbolizando a Luz do Mundo

ORAÇÕES PREPARATÓRIAS DO SANTO EVANGELHO

C: Eshlil! (Oremos!)

D: Epi prosevshi stasite! (Levantem-se para a oração!).

C: A paz esteja convosco!

A: E com teu espírito também!

C: Ó Mestre Senhor Jesus Cristo nosso Deus, que disseste aos Santos Discípulos e Puros Honrados Apóstolos, que muitos Profetas e Justos desejam ver o que vocês vêm e não o tinham visto, e ouvir o que vocês ouviram e não tinham ouvido, mas felizes sejam os vossos olhos porque vêm e as vossos ouvidos porque ouvem. Torna-nos dignos, de ouvir e fazer o teu Santo Evangelho.

D: Oremos pelo Santo Evangelho!

A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

C: Lembra-te, ó Senhor de todos os que nos recomendaram de nos lembrar deles nas nossas orações e súplicas que ofereçemos ao Senhor. Ó, Senhor nosso Deus dá o descanso aos já falecidos e sará os doentes. Porque tu és a nossa vida, a nossa salvação, a nossa esperança, a nossa cura e a nossa ressurreição. Nós enviamos até às alturas a Glória, a Honra e a Adoração do teu Pai Bom e do Espírito Santo Vivificador e Consubstancial contigo, agora, sempre e nos séculos dos séculos, Amém.
PROCISSÃO DO SANTO EVANGELHO
A: Alelluia...
D: Stasite meta fovou seo, akosomen tou agio evangeliou! (Levantem-se no temor diante de Deus, para ouvir o Santo Evangelho).
C:
Bendito é aquele que vem em nome do Senhor dos Exércitos, Abençoa Senhor, a leitura do Santo Evangelho segundo Evangelista São (João/Marcos/Lucas/Mateus).

A: Zoksa si kyrie. (Glória a ti, ó Senhor).

L: (Ler Santo Evangelho)

HOMILIA
[OPCIONAL]

Verdadeiramente, abençoados são os santos deste dia, cada um segundo o seu nome, eles são amados por Cristo. Intercede em nosso favor, ó Rainha de todos nós, Santa Maria, Mãe de Deus, Mãe de nosso Salvador, para que ele perdoe, os nossos pecados.

Bendito é o Pai, e o Filho e o Espírito Santo, Trindade perfeita, adoramos e glorificamos.

D: En Sofia Seo Prosrromen, Kyrie eleison! Kyrie eleison! Ren o mesmi. (Em sabedoria de Deus, Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade! Na vardade.)

- Durante a profissão do Credo Niceno – Constantinopolitano, o Sacerdote lava 3 vezes a mão, declarando que todos ali são responsáveis por sua própria Fé

PROFISSÃO DE FÉ (CREDO NICENO-CONSTANTINOPOLITANO)

A: Na verdade, cremos em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra, De todas as coisas visíveis e invisíveis. Cremos em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: luz da luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos Céus. E se encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. E se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos Céus, onde está sentado à direita do Pai. E de novo há-de vir em sua glória para julgar os vivos e os mortos; e o seu Reino não terá fim. Sim, cremos no Espírito Santo, Senhor que dá a vida, e procede do Pai; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Cremos na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professamos um só batismo para a remissão dos pecados. E esperamos a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir. Amém.

E esperamos a ressurreição dos mortos e vida do mundo que há-de vir. Amém.

C: Eshlil! (Oremos!)

D: Epi prosevshi stasite! (Levantem-se para a oração!)

C:A paz esteja convosco!

A: E com teu espírito também!

- O Sacerdote lava as mãos, se declarando inocente do sangue de qualquer homem, se dizendo livre da responsabilidade de qualquer um que esteja ali com intensões ruins e dos que pretendem tomar Comunhão estando em estado de pecado

- Antes da Oração da Reconciliação, o Sacerdote pede perdão por ele e por toda congregação

-Essa é a reconciliação entre Deus e o homem e entre os homens em si

ORAÇÃO DA RECONCILIAÇÃO

C: Ó Grande e Eterno Deus que formaste o homem na incorrupção, a morte que entrou no mundo pela inveja do diabo foi derrubada pela aparição, que dá a vida, do teu Único Filho, nosso Senhor, nosso Deus e nosso Salvador Jesus Cristo. Assim, Tu encheste a terra com a Paz do céu, com a qual os Exércitos dos Anjos dão glória a Ti, dizendo: (+ todos fazem o sinal da Cruz e se ajoelham ou se curvam emreverência) Glória a Deus no mais alto dos céus e Paz na terra aos homens de boa vontade! ”

D:Oremos pela Paz completa, Caridade e ósculo Santo Apostólico!

A: Kyrie Eleison! (Senhor, tem piedade!)

- Aqui o Sacerdote retira o pano no topo do Altar simbolizando o Véu que simboliza que há separação entre Deus e nós. Quando o Sacerdote disser ‘’ por Jesus Cristo, nosso Senhor.’’, o diácono que esta do outro lado do Altar segurando a Cruz está mostrando que pela Cruz o Véu foi removido e agora temos acesso ao Pai

C: Com tua alegria, ó Deus, enchas nossos corações com tua Paz e nos purifiques de todas as imperfeições, malícia, hipocrisia e de toda iniquidade, do mal que traz a morte, e faças de nós, ó Senhor, uns e outros, dignos de nos saudarmos com um ósculo santo, porque nós recebemos, sem condenação, as tuas graças vivas do céu, (Véu removido) por Jesus Cristo, nosso Senhor.

-O pano simbolizando a Tumba de cima do Altar é retirado simbolizando a Ressureição de Cristo

- ‘’Saúdem-se uns aos outros com beijo santo.’’ 1 Coríntios 16:20

ÓSCULO SANTO

D: Saúdem-se uns aos outros com o ósculo Santo. Kyrie Eleison! Kyrie Eleison! Kyrie Eleison! Sim, ó Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus vivo, ouça-nos e tenha piedade de nós. Prossigamos com essa imagem. Levantem-se com temor, e com tremor. Olhem para o leste! Atentem!

-Toda Congregação se saúda com o Ósculo da Paz

Pela intercessão da Mãe de Deus, Santa Maria, conceda-nos, ó Senhor, a graça da remissão dos nossos pecados. Nós te adoramos, ó Cristo, com teu Pai Bom e o Espírito Santo, porque tu ╬ (viestes) (ressuscitastes) para salvar-nos. Misericórdia e paz são sacrifícios de louvor.

-A seguir vem a Anáfora, que significa ‘’fontes’’

-É o momento de elevarmos nossos corações e apresenta-lo ao Pai. Nesse momento entramos no Céu. As mentes devem estar focadas em coisas Celestiais

-O Sacerdote tem as mãos cobertas por um pano em cada mão e abençoa a Congregação com o Sinal da Cruz

Anaphora (liturgia dos fiéis)

C: O amor de Deus Pai, a Graça do Filho Único, Nosso Senhor, Nosso Deus e nosso Salvador Jesus Cristo e a Comunhão e a dádiva do Espírito Santo estejam convosco.

A: E com teu espírito também!

C: Onde estão os seus corações?

A: Com o Senhor!

C: Demos graças ao Senhor!

A: É digno e justo!

C: Digno e justo, digno e justo, porque ele é verdadeiramente digno e justo. Ó Senhor Deus da verdade, aquele que é antes de todos os séculos, Rei por toda a eternidade, que habita nas alturas e olha por todos os humildes, que criou o céu e a terra, o mar e tudo quanto nele se encontra. Pai de nosso Senhor, Deus e Salvador Jesus Cristo. Por ele tu criaste todas as coisas, as visíveis e as invisíveis, e ele está sentado sobre um trono de Glória e diante dele, todos os poderes se prostram.

D: Os que estão sentados se levantem!

C: Diante dele, em pé, estão os Anjos, Arcanjos, Principados, Dominações, Potestades, Tronos, Senhores e todas as forças.

D: Olhem para o leste!

C: Tu, em torno do qual, estão em pé os Querubins cheios de olhos e os Serafins com suas seis asas, louvando sempre, sem cessar, e dizendo:

D: Atentem!

- Nós levantamos nossas vozes junto com os Serafins e Querubins declarando Sua Santidade
Os Querubins a ti adoram e os Serafins a ti louvam proclamando e dizendo: “Santo, Santo, Santo, Senhor dos exércitos, os céus e a terra estão cheios de sua Santa Glória!”

-O Sacerdote irá inverter os panos em suas mãos, o da esquerda representa condenação, que será invertido por salvação em um movimento de cruzamento de seus braços. Ele irá trocar agora o pano que estava cobrindo o Cálice pelo pano que se tornou a salvação, pois Cristo deu o que era dele e nos damos a Ele o que era nosso

(+ Todos fazem o sinal da Cruz e se ajoelham ou se curvam em reverência a cada uma das três vezes que o Padre pronunciar< Agios>)

C: Agios! Agios! Agios! Santo! Santo! Santo! Na verdade, ó Senhor nosso Deus, que nos criaste e nos colocaste no Paraíso, quando desobedecemos as tuas Ordens, por persuasão da serpente, caímos da vida eterna e fomos expulsos do Paraíso. Mas nunca nos abandonaste até o fim, e sempre cuidaste de nós através dos Profetas, e nos dias finais, aparecerás a nós, que estamos nas trevas e sombras da morte, através de seu Único Filho, nosso Senhor e nosso Salvador Jesus Cristo, pelo Espírito Santo e pela Santíssima Virgem Maria (beija o Altar).

A: Amém

-Essa é a história de nossa salvação

C: Encarnado e Humanado, ensinou-nos o caminho da Salvação e concedeu-nos a Graça. Com o nascimento do mais alto, pela água e pelo Espírito, fez de nós, para ele, povo e comunidade, e nos purificou com o Espírito Santo. Ele, que amou os seus que estavam no mundo, entregou-se a si mesmo, para a nossa redenção, à morte - que reinou sobre nós, que nos prendeu e nos venceu por causa de nossos pecados - e desceu aos infernos pela Cruz.

A: Amém, nós cremos!

- O Sacerdote torna a cobrir as mãos

C: Ele ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, subiu aos céus, sentou-se à tua direita, ó Pai, e determinou um dia para o julgamento, quando aparecerá para julgar o
mundo com justiça e recompensará cada um segundo a sua obra.

- O Sacerdote descobre metade do pano em cima do Cálice e Incensa o Altar com as mãos

CONSAGRAÇÃO

C: Ele estabeleceu por nós o Grande Mistério da Piedade, porque ele foi designado a entregar-se a si mesmo à morte, para a vida do mundo.

A: Nós cremos!

- O Sacerdote toma o Pão

C: Ele tomou o pão em suas mãos puras, imaculadas, irrepreensíveis, boas e que dão a vida.
A: Nós cremos! Isto é verdade! Amém!

- O Sacerdote levanta o Pão ao alto e faz o Sinal da Cruz 3 sobre o Pão cada vez que a Congregação responde Amem

C: Ele olhou para o céu, a ti ó Deus Pai e Senhor de tudo, e deu Graças.

A: Amém!

C: E o Abençoou!

A: Amém!

C: E o Consagrou!

A: Amém! Nós Cremos, Confessamos e Glorificamos.

C: E o partiu dando aos seus Santos Discípulos e Puros Apóstolos dizendo: “TOMAI E COMEI, TODOS VÓS, POIS ESTE É O MEU CORPO QUE É REPARTIDO POR VÓS E POR MUITOS OUTROS, PARA A REMISSÃO DOS PECADOS, FAZEI ISSO EM MINHA MEMÓRIA.”

A: Isto é verdade, Amém!

- O Sacerdote quebra o Pão em 2 pedaços mas sem separá-lo da parte central que é chamado ‘’Despotikon’’

- No Antigo Testamento, o povo de Israel comeu a Ceia de Pascoa com um Cordeiro. O Cordeiro os salvou do Anjo da morte. Cristo agora está dizendo que Ele como Cordeiro de Deus está nos salvando.

-Nós acreditamos que o Pão é agora verdadeiramente o Corpo do próprio Cristo no sacrifico no Gólgota

- O Sacerdote agora descobre totalmente o Cálice e o abençoa com o Sinal da Cruz 3 vezes cada vez que a Congregação responde Amem

C: Também tomou o cálice, após a ceia, misturou vinho e água, e deu Graças.

A: Amém!

C: E o Abençoou!

A: Amém!

C: E o Consagrou!

A: Amém! Novamente. Nós Cremos, Confessamos e Glorificamos.

-O Sacerdote faz o Sinal da Cruz com o próprio Cálice

C: E o provou, e deu aos seus santos discípulos e puros apóstolos dizendo: “TOMAI E BEBEI TODOS VÓS, POIS ESTE É O MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA ALIANÇA, QUE É DERRAMADO POR VÓS E POR MUITOS PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISSO EM MINHA MEMÓRIA”.

A: Isto também é verdade, Amém!

- O Novo Testamento é a Nova da Aliança de Deus conosco através do Corpo e Sangue de Cristo. Esse é o novo Êxodo

C: TODAS AS VEZES, POIS, QUE VÓS COMEIS DESTE PÃO E BEBEIS DESTE CÁLICE, ANUNCIAIS A MINHA MORTE E CONFESSAIS A MINHA RESSURREIÇÃO. LEMBRAI-VOS DE MIM ATÉ QUE EU VENHA.

Amém! Amém! Amém! Tua morte Ó Senhor, anunciamos com tua Santa Ressureição, tua Ascenção aos Céus. Confessamos. Louvemos, Bendizemos, Agradecemos, ó Senhor, e te Suplicamos, ó nosso Deus.

- O Sacerdote levanta as mãos ao Céu

C: Agora, enquanto lembramos os teus santos sofrimentos e tua Ressurreição dos mortos, tua Ascenção aos Céus, o teu Assentar à direita do Pai e a tua segunda manifestação vinda dos céus, temerosos e cheios de Honra, oferecemos a ti as ofertas que a ti mesmo pertencem em todas as circunstâncias, situações e tempos.

D: Adorem a Deus com temor e tremor!

Nós te Louvamos, Bendizemos e Servimos, ó Senhor, e te Adoramos.

- A Epiclese é o momento em que o Espirito Santo desce como em Pentecostes e sobre as ofertas as santificando e transforma verdadeiramente o Pão no Corpo real e o Vinho no Sangue real de Cristo
-Todos devem se ajoelhar

EPICLESE (Invocação sobre os Dons)

C: (Reza inaudível) E nós seus servos pecadores e indignos pedimos ao Senhor, nosso Deus, adorando-o por sua bondade, enviai o vosso Espirito Santo sobre nós e sobre estes dons aqui presentes, e purifique-os e os transforme, e manifeste-os como uma Santificação de seus Santos.

D: Atentem! Amém!

C: Deste Pão, ele fará o seu Corpo Santo.


A: Nós Cremos. Amém!

C: Do Vinho desse Cálice, ele fará o seu Sangue da Nova Aliança.

A: Novamente, nós cremos, Amém!

C: Nosso Senhor, Deus e Salvador Jesus Cristo, deu a remissão dos pecados e a vida eterna aos que vão participar dele.

A: Kyrie eleison! Kyrie eleison! Kyrie eleison!

-O Sacerdote torna a cobrir o Cálice

(Opcional)
O Celebrante diz as suplicas , e a congregação responde com (Senhor, tem piedade) ( kerie eleison) após cada verso

+ Sim, nos –te pedimos, ó Cristo nosso Deus: Confirme a fundação da igreja. + A unidade do coração, que é de amor, possa enraizar em nós. + Que a justiça da fé cresça; facilita-nos o caminho de piedade.

+ Controle os pastores, e aqueles a quem eles pastoreiam, confirmam. + Dê esplendor ao clero, o ascetismo para os monges e as freiras. + Pureza para aqueles na virgindade; uma vida de bondade para aos casados

+ Misericórdia para com aqueles em arrependimento, a bondade para os ricos. + humildade ao ilustre; ajudar aos pobres.

+ Sucesso para os alunos, trabalhe para os necessitados. + Fortalecer Os anciãos; educar os jovens.

+ Restaurar os incrédulos; possam os cismas da Igreja cessar. + Tira a vaidade dos hereges, e contar com todos na unidade de piedade.

A: Kyrie eleison! Kyrie eleison! Kyrie eleison!

- O Sacerdote torna a cobrir as mãos com os panos

LITANIAS E COMEMORAÇÕES
LITANIA PARA SANTA IGREJA

C: Faze-nos dignos, ó Senhor, de comungar de tua Santidade para purificar a nossa alma, carne e espírito, para sermos um só corpo e um só espírito, para termos uma parte na herança dos Santos, que desde o início te agradaram. Lembra-te, ó Senhor, da Paz da tua Igreja, Única, Santa, Católica e Apostólica.

D: Oremos pela paz da Igreja de Deus, Única, Santa, Católica e Apostólica e Ortodoxa.

A: Kyrie eleison!

LITANIA PARA HIERARQUIA DA IGREJA

Explicação: Enquanto o Celebrante aponta com a mão em primeiro lugar para o sangue e, em seguida para o corpo, diz:

C: Esta que adquiriste para ti com o Sangue Honrado de teu Cristo, guarda-a na Paz, e a todos os Bispos que estão nela. Lembra-te primeiro, ó Senhor, ó Pai Honrado, do nosso Arcebispo, Patriarca, Papa Ava Tawadros II, e o companheiro dele, nosso pai, o Bispo Ava Aghason.

D: Oremos pelo nosso Sumo Sacerdote, Papa Ava Tawadros II, Patriarca e Arcebispo da Grande Cidade de Alexandria. E o companheiro dele, nosso pai, o Bispo Ava Aghason, e por todos os nossos Bispos Ortodoxos.

A: Kyrie eleison!

C: E dos que distribuem retamente com ele a palavra verdadeira. Conceda a Graça a tua Igreja Santa por ela apascentar o rebanho com a Paz. Lembra-te, ó Senhor, dos Egumenos, Presbíteros Ortodoxos e dos Diáconos.

D: Oremos pelos Egumenos, Presbíteros, Diáconos e Subdiaconos. E pelos Sete Títulos da Igreja de Deus.

A: Kyrie eleison!

C: E de todos os Ministros, e de todos os que abraçam a Virgindade, e da pureza de teu povo fiel. Lembra-te, ó Senhor, e tem piedade de todos nós.

A: Tem piedade de nós, ó Deus Pai, que tudo guardas!

LITANIA PARA O MUNDO

C: Lembra-te, ó Senhor, da Salvação deste Santo lugar que é teu, de todos os Lugares e todos os Mosteiros dos nossos Pais Ortodoxos

D: Oremos pela Salvação do Mundo, pela nossa Cidade, por todas as cidades, distritos, Ilhas e Mosteiros.

A: Kyrie eleison!

LITANIA PARA AS PLANTAÇÕES, ÁGUAS E ARES

C: E dos habitantes de todos os lugares na Fé de Deus, lembra-te, ó Senhor, das águas dos rios, das semeaduras, das plantações dos campos, do ar do céu e dos frutos da terra neste ano, e a tudo abençoa.

D: Oremos pelas águas dos rios, pelas semeaduras, pelas plantações dos campos, pelo ar do céu e pelos frutos da terra, em todo o mundo, neste ano, para que Cristo, nosso Deus, alegre a superfície da terra, proteja os animais e sustente a nós homens, e perdoa os nossos pecados.

A: Kyrie eleison! Kyrie eleison! Kyrie eleison!

C: Eleva as águas dos rios na quantidade certa, pela tua graça, alegre a superfície da terra, que se multipliquem os seus frutos, prepare-a para as semeaduras e colheitas, e cuide de nossa vida, como te aprazer. Abençoa e coroa este ano, com a tua graças, e os de teu povo, a viúva, o órfão, o estrangeiro, o hóspede, e a todos nós que esperamos e queremos o teu Santo nome, porque os olhos de todos esperam que tu lhes dê alimento e bom tempo. Faze de nós o que te é aprazível, tu que dá alimento para todo corpo. Enche nossos corações de alegria e Graça para que tenhamos o suficiente de todas as coisas e cresçamos em boas obras.

A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

LITANIA PARA AS OFERENDAS

C: lembra-te, ó Senhor, aqueles que vos ofereceram estas ofertas, aqueles que em favor deles, foram levados, e aqueles por quem eles foram oferecidos. Dá-lhes a recompensa no céu.

D: Oremos por estas Santas e Preciosas Ofertas, nossos Sacrifícios e aqueles que as ofereceram.
A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

- Pedimos pelas intercessões dos Santos, pois eles estão com nós agora orando

COMEMORAÇÃO DOS SANTOS

C: Ó Senhor, por ordem de teu Único Filho, nos reunimos para nos lembrar dos teus Santos, que sempre te agradaram desde o princípio do mundo, os nossos Santos Pais os Patriarcas, os Profetas, os Apóstolos, os Anciãos que anunciam a Boa-Nova, os Evangelistas, os Mártires, os Confessores, os espíritos de todos os Justos e Perfeitos na Fé, a mais Santa, Pura, Cheia de Glória, a Sempre Virgem, Mãe de Deus, Maria, da qual nasceu Deus verdadeiro, São João Batista, precursor e mártir, Santo Estevão o Arquidiacono e primeiro dos Mártires, e São Marcos Evangelista, Vidente de Deus, Puro e Mártir, o Patriarca São Severo, o nosso Mestre Dióscoro, e Santo Atanásio, o Apostólico, São Pedro, Patriarca e selo dos Mártires, São João Crisóstomo, São Teodósio, São Teófilo, São Demétrio, São Cirilo, São Basílio, São Gregório o Teólogo, São Gregório que fez milagres, São Gregório o Armênio, os 318 que se reuniram em Nicéia, os 150 que se reuniram em Constantinopla, os 200 que se reuniram em Éfeso. Nosso grande pai Ava Antão, o justo Ava Paulo, os três Macários, todos os teus filhos revestidos com a Cruz, nosso Ava João, o Egumeno, nosso Ava Bishoy, homen justo e íntegro, o amado de nosso Salvador.

Nosso pai Abba Paulo de Tammouh e Ezekiel, o discípulo dele. Meus mestres os Padres Romanos Santos, Máximo e Dométio. Os 49 Martíres. Os Anciões de Shiheet, O Santo Forte Abba Moisés, e João Kame o Presbítero. Nosso Pai Abba Daniel o Egumeno. Nosso Pai Abba Isidoro, o Presbítero. Nosso Pai Abba Pacômio de Cenobite, e Teodoro o Discípulo dele. Nosso Pai Abba Shenouda o Arquimandrita e Abba Vissa o discípulo dele, e Nosso Pai Abraão o Bispo de Fayoum e Giza, e nosso Pai Miguel El Berreri, o Egumeno. E todos os Coros dos teus Santos, através das orações e súplicas deles, tende piedade de nós e salva nós, por causa de teu Santo nome, que é chamado por nós.

D: Os que lêem, digam o nome de nossos Santos Patriarcas que adormeceram. Ó Senhor, descanse suas almas e perdoe os nossos pecados.

(Em caso de lembrança dos falecidos)

C: Destes e de todos que nos lembramos dos nomes e daqueles que não nos lembramos dos nomes, os que estão em nossos pensamentos e os que não estão que adormeceram na Fé de Cristo. Lembra-te, ó Senhor, da alma de (nomes......)

C: Digna-te, ó Senhor, dar descanso às suas almas entre os nossos santos Pais Abraão, Isaque e Jacó. Faça-os descansar em um campo verde, perto da água, no paraíso das delícias, de onde foram expulsas a tristeza, a aflição e os gemidos, perto da luz dos teus Santos.

A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

A: As Bênçãos Santificadas esteja Com todos nós, Amém. Glória a Ti ó senhor, tem piedade de nós. Ó Senhor, tem piedade de nós. Abençoa-nos, ó Senhor, e dê-lhes o repouso. Amém.

C: Ó Senhor, que tomaste suas almas, dê-lhes o repouso no Paraíso da alegria, na região dos Vivos, na Jerusalém Celeste, por todos os séculos. Também a nós, estrangeiros neste mundo, guarde-nos na tua Fé e nos conceda a tua Paz para sempre.

A: Assim seja também de geração em geração pelos séculos dos séculos, Amém.

C: Guia-nos, Senhor, para o teu reino. Todas as coisas, em tudo, Glorificam, Abençoam e Exaltam o teu nome Grande e Santo, com Jesus Cristo, teu Filho amado e o Espírito Santo.

C: A paz esteja convosco!

A: E com teu espírito também!

- O próprio Cristo está presente no Altar

INTRODUÇÃO DA FRAÇÃO

C: Novamente, damos graças a Deus onipotente e Pai de nosso Senhor, nosso Deus e nosso Salvador Jesus Cristo, porque ele nos fez dignos de agora estarmos em pé neste lugar Santo, levantar as mãos e servir o seu Santo nome. Pedimos que nos façaamos dignos também da Comunhão de Seus mistérios divinos e imortais.

- O Sacerdote torna a descobrir o Cálice

-Todos se ajoelham

A: Amém

C: O Corpo Santo

A: Adoramos o teu Corpo Santo.

- O Sacerdote pega o Pão e molha o dedo dentro do Cálice e passa o Vinho em volta do Pão, simbolizando o Sangue escorrendo do Corpo de Cristo na Crucificação

C: E O Sangue Precioso

A: E Teu Sangue Precioso

C: Do Cristo onipotente, Senhor e nosso Deus.

D: Amin! Amin! Proseveksaste! (Amém! Amém! Oremos!)

- O Sacerdote parte o Pão ao meio

A: Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade!)

C: A paz esteja convosco!

A: E com teu espírito também!

-Enquanto ora a ‘’Fração’’, o Sacerdote parte o Pão em pedaços simbolizando os sofrimentos de Cristo
-Os Diáconos seguram velas

FRAÇÃO

(Esta oração pode ser diferente). Quando o celebrante pausar, a assembleia responde: Kyrie eleison! Kyrie eleison! Kyrie eleison! (Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade!)

C: Ó Mestre, o Senhor nosso Deus, o Grande, o Eterno, maravilhoso em Glória, mantendo seu compromisso e sua misericórdia a estes que o amam com todo o seu coração. Que deu a nós a Salvação dos nossos pecados, pelo seu Único Filho, Jesus Cristo nosso Senhor, a vida de cada um, a ajuda dos que vão para ele, a esperança desses, que gritam para ele. Quem fica em pé diante dele, milhares de milhares e milhões de milhões, Anjos e Arcanjos Sagrados, os Querubins e os Serafins, e toda a multidão inumerável dos exércitos celestiais. Ó Deus, que santificou estas ofertas existentes, pousou sobre elas com teu Espírito Santo e Purificou. Purificou-nos também, nosso Mestre, de nossos pecados, os visíveis e os invisíveis, e todos os pensamentos que não agrada a sua bondade. Ó Deus, o amante da humanidade, pode estar longe de nós. Purifique nossas almas, os nossos corpos, nossos espíritos, os nossos corações, os nossos olhos, os nossos pensamentos e nossas consciências, com um coração puro, e alma iluminada, um rosto franco, uma fé sem hipocrisia, um amor perfeito e uma esperança firme, nós possamos ousar, sem temor, podemos pedir a Deus Santo, que está nos céus, e dizendo: Pai Nosso......

PAI NOSSO

A: Pai nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu, o pão nosso de casa dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, por Jesus Cristo nosso Senhor. (Porque Vosso é o Reino, o Poder e a Glória para sempre) Amém!

- Todos se ajoelham

Em Cristo Jesus nosso Senhor!
Elevem suas cabeças ao Senhor!
Diante de ti, o Senhor!
Deixa-nos atentos em temor de Deus, Amém!

C: A paz esteja convosco!

A: E com teu espírito também!

A Oração da Absolução dirigida ao Pai ((Reza inaudível)
Lembra-te, Senhor, da minha fraqueza e perdoe os meus pecados, onde a transgressão cresceu, deixe a tua graça multiplicando em abundância. Por causa dos meus pecados e da abominação do meu coração, não prive teu povo da graça de teu Espírito Santo. Nos absolve e todo seu povo.de todo pecado, de toda maldição, de todo juramento falso, e de todo encontro com os hereges e os pagãos. Ó nosso Mestre, concede-nos o conhecimento, o poder de compreender e fugir de qualquer ação do adversário, e concede-nos a fazer o que é agradável em todos os momentos. Escrever os nossos nomes com todo o coro de seus Santos no reino dos céus, em Cristo Jesus, nosso Senhor. Através de quem a glória, a honra, o domínio, e a adoração são devido a vós, Senhor.

C: Lembra-te, ó Senhor, da nossa comunhão e abençoa-a.

D: Salvaste-nos realmente, e com o teu Espírito, deixa-nos atentos em temor de Deus, Amém!

A: Amin! Kyrie eleison! Kyrie eleison! Kyrie eleison! (Amém! Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade!)

-O Sacerdote vai declarar o que é Santo para os Santos. Deus o Único que é Santo nos convida a nós pecadores, a participar da Santidade. Nos tornaremos unidos agora com Deus.

- O Sacerdote molha uma fração do Pão da parte do ‘’Despotikon’’ que é o centro do Pão simbolizando o coração de Cristo dentro do Cálice e asperge no resto do Pão o abençoando com o Sinal da Cruz

C: Que é Santo para todos os Santos. Bendito seja o Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus e o Espírito Santo, Amém!

A: Um Só Pai Santo, um Só Filho Santo, um Só Espírito Santo. Amém!

C: A paz esteja convosco!

A: E com teu espírito também!

C: Corpo Santo e Sangue Precioso e Verdadeiro de Jesus Cristo, Filho de nosso Deus, Amém!
A: Amém!

C: Santo Precioso Corpo e Sangue Verdadeiro de Jesus Cristo, Filho de nosso Deus, Amém!
A: Amém!

C: Corpo e Sangue Verdadeiro de Emanuel, nosso Deus, Amém!

-O Sacerdote faz o Sinal da Cruz com o pedaço de Pão sobre o Cálice e o deposita dentro e o cobre com o pano

A: Amém! Nós cremos!

- Todos se ajoelham

- Sacerdote termina de partir o resto do Pão e o cobre com o pano e levanta a Patena ao alto

CONFISSÃO DA FÉ ANTES DA COMUNHÃO

C: Amém! Amém! Amém! Creio! Creio! Creio! E Confesso até o último sopro, este que dá a vida, Filho único, nosso Senhor, nosso Deus, nosso Salvador, Jesus Cristo, que tomou o corpo de nossa Senhora, nossa Rainha, Mãe de Deus, Santa Pura, Virgem Maria, e fez-se um só com a Divinidade, sem afinidade, sem mistura, sem transformação, que confessou, com bela Profissão diante de Pôncio Pilatos, e entregou-se sózinho ao madeiro da Santa Cruz por sua própria vontade. Em verdade, creio nessa divinidade não separada do humano em momento algum. Ele dá a Salvação, a remissão dos pecados e a vida eterna a todos que dele comem. Creio! Creio! Creio! Isto é verdade, Amém!

- O Sacerdote torna a descobrir o Pão e o partilha em mais pedaços

- O Diácono do lado aposto do Altar e de frente para o Sacerdote segura a Cruz na mão direita e uma vela na esquerda segurando um pano

D: Amém! Amém! Amém! Creio! Creio! Creio! Isto é verdade, Amém! Orem por todos nós e por todos os Cristãos que nos lembramos na Igreja do Senhor. A Paz e o amor de Jesus Cristo estejam conosco. Cantem um cântico novo! Alelluia! Orem com dignidade para tomar os Santos Mistérios Puros dos céus, Senhor, tem piedade!

- A Eucaristia é servida primeiramente aos Diáconos e depois para os Fiéis

-A Liturgia é uma jornada ao arrependimento

-Aquele que toma Eucaristia sem discernimento o toma para sua condenação sendo culpado do Corpo e Sangue de Cristo

-Pedimos que Ele nos torne dignos de Sua Comunhão

-A Comunhão é para nos unirmos a Cristo purificando corpo, alma e espirito

-Essa é a Pascoa do Cordeiro comemorando nosso estado de escravidão do pecado e indo para a Terra Prometida

MOMENTO DA COMUNHÃO

Leitura dos fiéis em silêncio:
ORAÇÃO ANTES DA COMUNHÃO

Ó Pai, mestre da vida e rei dos séculos, nosso Senhor Jesus Cristo que és o pão verdadeiro descido do céu que dá a vida àqueles que come o teu corpo sagrado e bebe o teu sangue precioso. Dá ao teu servidor a tua graça celeste para que sejamos dignos de fazer a comunhão com o teu corpo sagrado e o teu sangue precioso. Faz com que o meu coração acorde na tua graça, trata-me com bondade para que eu prove a doçura da tua graça celeste escondida no teu sacramento. Dá-me uma fé fortalecida sem nenhuma dúvida para que eu possa chegar perto de Ti, reconhecendo o teu corpo sagrado e teu sangue precioso. Ó Emanuel, nosso Deus. Torna-me digno de fazer a comunhão sem nenhuma condenação para que eu seja unido contiguo em espírito, para a remissão dos meus pecados e para dar uma resposta favorável perante o teu tribunal que inspira temor. A Ti é devida toda a glória com o Pai e o Espírito Santo, agora e eternamente, Amém.

SALMO 150

Glória a Ti, ó Senhor, Glória a Ti.
Louvai a Deus no seu templo.
Louvai-o no seu poderoso firmamento.
Louvai-o por suas façanhas.
Louvai-o por sua grandeza imensa.
Louvai-o com toque de trombeta.
Louvai-o com citara e harpa.
Louvai-o com dança e tambor.
Louvai-o com cordas e flautas
Louvai-o com címbalos sonoros.
Louvai-o com címbalos retumbantes.
Todo ser que respira louve o Senhor. Alelluia.
Glória ao Pai, ao Filho, e ao Espírito Santo,
Agora e sempre pelos séculos e séculos, Amém.
Alelluia, Alelluia.
Glória ao nosso Deus, Alelluia Glória ao nosso Deus, Jesus Cristos, filho de Deus, Escutem e tem piedade de nós.

Leitura dos fiéis em silêncio:
ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO

Como é grande a tua generosidade para com os que temem o teu Santo Nome. Como são suaves a tua graça e o teu amor para os que te amam. Dou-te graças ó meu Deus, tu que te ocupas de mim e que me deste este alimento sagrado misterioso, que nunca perece. Com o sacramento tu abriste o caminho da vida eterna. Acende em mim o fogo do teu amor. Guarda em mim o dom da tua graça, não para ser condenado, ou para cair sob o teu julgamento, mas para ter a benção e a pureza da alma e do corpo para viver por Ti e para Ti e que eu me torne perfeito na tua graça. Conduz-me na tua bondade, enche-me da tua graça, santifica-me pelo teu Espírito Santo. A Ti é devida a glória com o Pai e o Espírito Santo, agora, sempre e eternamente, Amém. Pai nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu, o pão nosso de casa dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, por Jesus Cristo nosso Senhor. (Porque Vosso é o Reino, o Poder e a Glória para sempre) Amém!

BENÇÃO FINAL

O Anjo deste Sacrifício, voando até o mais alto com este hino, lembrai-nos diante do Senhor, para que ele perdoe, os nossos pecados.
Amém, Alelluia, Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo, agora sempre e nos séculos dos séculos, Amém.

╬ Esmo eniari eteetfe (abençoa o ar do céu) – De 11 de Toba até 11 de Paona
(19/20 de Janeiro até 18 de Junho)

Esmo enimou emfiaro (abençoa as águas do rio) – De 12 de Paona até 9 de Baba
(19 de Junho até 19/20 de Outubro)

Esmo niciti nem nicim (abençoa as sementes e ervas) – De 10 de Baba até 10 de Toba (20/21 de Outubro até 18/19 de Janeiro)

Proclamamos e dizemos, ó nosso Senhor Jesus Cristo, ╬ (abençoa o ar do céu) (abençoa as águas do rio) (abençoa as sementes e ervas). Que a tua misericórdia e paz sejam a fortaleza para o teu povo.
Se o Bispo está presente

Recebeu a graça de Moisés, o Sacerdócio de Melquisedec, A velhice de Jacó, e o excelente e entendimento de Davi, e a sabedoria de Salomãoe o Espirito, o Paraclito, que posou sobre os Apostolos Que o Senhor preserve-o e lhe de longa vids de nosso Pai honrado Sumo Sacerdote Papa Ava Tawadros II e pelo seu companheiro Bispo Ava Aghason. Que o Senhor nosso Deus que esta no céu, confirme-os em seus tronos por muitos anos e tempos de paz Que eles subjulguem seus inimigos sob seus pés. Oremos a Cristo em nosso favor para que ele possa perdoaros nossos pecados, em paz, segundo a sua grande misericórdia

Depois continua
Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade! Senhor, abençoa-nos! Amém! Me abençoa, me abençoa, o arrependimento. Perdoa-me. Dizer a benção.

[OPCIONAL]

C: Que o Senhor tenha piedade de nós abençoe-nos, que ele nos mostre a sua face e nos cubra com a sua misericórdia. Ó Deus, salva o teu povo, abençoa a tua herança, alimenta o teu rebanho exalta-o eternamente. Exalta o poder do nome cristão pela virtude vivificadora da cruz e pelas orações que fazem por nós continuamente, nossa Senhora e Rainha, Mãe de Deus, a virgem Maria e os três grandes anjos luminosos, Miguel, Gabriel e Rafael, os quatro animais incorporais, os vinte e quatro anciões, todos os coros dos anjos e todos os exércitos celestes, São João Batista, os cento e quarenta e quatro mil e os nossos Senhores e Pais apóstolos, os três santos jovens, Santo Estevão, Arquediacono e primeiro mártir, São Marcos, vidente de Deus e Evangelista, apóstolos e Mártir, São Jorge, São Teodoro, Santo Filopater Merkorios, Santo Pai Mina e todos os mártires. O grande Santo Antônio e o justo Ava Paulo, os três macários, São João, São Bishoy, o nosso Pai Ava Paulo de Tammouh, os nossos dois mestres romanos, Máximo e Dométio, Ava Moisés e os quarenta e nove mártires. Pelas súplicas dos Patriarcas e dos Profetas, dos Apóstolos e dos Mártires, de todos os que usaram a cruz, de todos os Santos, de todos os justos e de todas as virgens puras. Que a benção do Santo deste dia, e de São Marcos, e de Mãe de Deus a Santa e pura Maria desde o início até ao fim. Que a santa benção, a graça, o poder e a ajuda de todos eles estejam conosco para sempre. Ó Cristo, nosso Deus, Rei da Paz, dá-nos a tua paz, confirma-nos na tua paz, e redime-nos dos nossos pecados. A ti são devidos a glória, a benção e o poder, eternamente Amém.

C: Pirrristos penoti! (Ó Cristo nossso Deus!)

A: Amin, es e chopi. (Amém, Ele realmente é.)

Ó Cristo nossso Deus! Ó Rei da Paz, dá-nos a tua paz, tornar a nós a tua paz e perdoe-nos, os nossos pecados, porque o teu é o Reino, Poder e Glória para sempre, Amém.

C: Faça-nos dignos de dizer em ação de graça: Pai Nosso, que estais nos Céus......

PAI NOSSO

A: Pai nosso que estais no céu, santificado seja o vosso nome, venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu, o pão nosso de casa dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal, por Jesus Cristo nosso Senhor. (Porque Vosso é o Reino, o Poder e a Glória para sempre) Amém!

O Amor de Deus Pai, a Graça do seu Filho Único e a Comunhão e a dadíva do Espírito Santo estejam com todos vós.

C: A Paz esteja convosco, vão com Deus, Amém!

A: E com teu Espírito também, Amém.

FONTES:
Explanation of a Coptic Orthodox Liturgy
https://www.youtube.com/watch?v=Nm5pIrmw358
Explaining the Liturgy
https://www.youtube.com/watch?v=qzbl4cZiE0M

Por: Lucas Peres de Camargo